Meu carrinho de compras
Carrinho Vazio

Pizza

Comparar Produto
Filtrar

A pizza é um prato prático, fácil de fazer (ou pedir), além de uma unanimidade entre família e amigos. Todo mundo ama! E pra harmonizar com vinho, não podemos deixar algo tão prático se tornar complexo. Por isso, separamos algumas dicas básicas pra você ter sempre em sua adega vinhos que são amigos certos das “noites da pizza”.
Aqui, vale a mesma regra do ponto alto do prato. No caso da pizza, claro, é o recheio. Ele é quem vai ditar o peso e estilo do vinho pra acompanhar.
Pizza com embutidos, como “calabresa” ou “pepperoni”, por seu saber intenso e marcante, pedem vinhos mais estruturados como de “cabernet sauvignon” ou “syrah” para o condimento extra da “pepperoni”. Vinhos mais frutados e frescos ajudam a limpar o paladar e não pesam no conjunto da refeição.

Se o embutido for curado, como “presunto cru” ou “parma”, a presença mais marcante do sal pode se contrapor com tintos com maior potencial de fruta e açúcar, como os “primitivos” italianos.
Pizzas mais leves, como a “margarita” e “presunto e queijo”, podem cair bem com vinhos tintos de médio corpo, como blends portugueses e merlots, de preferência mais jovens. Opções voltadas para o queijo, como “frango com catupiry” e “quatro queijos”, se saem melhor com vinhos brancos com mais corpo e fruta, como o “chardonnay”. 
Já as de funghi ou cogumelos frescos, por seus sabores mais terrosos e amadeirados, vão muito bem com os macios “pinot noir”, que apresentam características semelhantes.